Presidente da CTP garante Agência Nacional de Promoção Turística em 2015

O presidente da Confederação do Turismo Português (CTP), Francisco Calheiros, garante que a criação de uma Agência Nacional de Promoção Turística está prevista para 2015, esperando que o novo organismo origine ?mais promoção?. ?O que a Confederação do Turismo Português, com a Secretaria de Estado do Turismo, querem fazer, depois de encerrado o modelo de 2014, que já está assinado, é passar para 2015 a tal ideia a que chamámos de Agência Nacional de Promoção Turística?, avançou o responsável em declarações ao Negócios. De acordo com Francisco Calheiros, a futura Agência Nacional de Promoção Turística implica ?um conceito muito mais lato, em que a gestão será dividida entre públicos e privados e onde provavelmente as equipas do Turismo de Portugal ligadas à promoção vão estar?. O presidente da CTP espera que com a criação do novo organismo passe a existir mais promoção, até porque com a inclusão dos privados será possível aceder aos fundos do QREN, apontando os aeroportos nacionais e a TAP como exemplo de empresas que contribuem fortemente para a promoção mas que estão fora da esfera de decisão no modelo actual. ?Teremos uma facilidade de recorrer aos fundos QREN que neste momento não temos, porque teremos uma série de empresas que investem bastante em promoção mas que estão fora disto, como os aeroportos, a TAP e uma série de empresas?, explicou Calheiros. O presidente da CTP está confiante no sucesso do modelo que está a ser delineado e espera que a futura Agência Nacional de Promoção Turística represente ?um passo grande? para que exista ?mais receita, mais promoção e mais divulgação?. I.M.