Processo para venda de 49% da Azores Airlines começa este mês

Durante este mês será lançado o processo público de alienação de 49% do capital social da Azores Airlines, anunciou esta segunda-feira o Presidente do Governo Regional dos Açores.

Vasco Cordeiro indicou que o objectivo é garantir um parceiro estratégico que assegure maior robustez e competitividade no desenvolvimento e consolidação da operação da companhia aérea.

“O processo público de alienação pela SATA Air Açores de 49% do capital social que detém na Azores Airlines está previsto ser lançado durante este mês de Fevereiro”, disse Vasco Cordeiro, que falava, em Ponta Delgada, na cerimónia de baptismo do novo Airbus A321 NEO da companhia que liga os Açores ao exterior.

O Presidente do Governo sublinhou que este processo pretende, sobretudo e numa primeira fase, a aliança a um parceiro estratégico que possa trazer, ou que possa congregar à sua volta, o reforço da capacidade operacional e técnica, de frota e de recursos, entre outros, que alavanquem a actividade da empresa e, por essa via, reforcem as condições que ela tem para servir a região, mas salientando que o grande desafio que a Azores Airlines enfrenta não se resume a uma questão de capital.

Segundo Vasco Cordeiro, torna-se, contudo, imperativo uma atenção permanente à forma como se pode responder a duas necessidades verdadeiramente vitais, que são a mobilidade dos açorianos e economia das ilhas do arquipélago. “A caminho dos três anos sobre a alteração do modelo de acessibilidades aéreas aos Açores, essa realidade e a sua compreensão, ao invés de justificar lapsos, apenas reforça a urgência e a ambição de todos quantos, dentro e fora da SATA, querem mais e melhor”, disse.

O Presidente do Governo realçou ainda que, após um ano 2017 particularmente exigente e desafiante para o Grupo SATA, com muitos e diversos assuntos, – e alguns percalços -, que puseram à prova a resiliência, o profissionalismo e a capacidade de superação da companhia e dos seus colaboradores, a “Azores Airlines inicia este ano 2018 com uma inequívoca nota de confiança no futuro e de convicção quanto à sua capacidade de cumprir o seu papel e a sua obrigação”.

O primeiro Airbus A321 NEO da Azores Airlines foi baptizado com o nome de Marciano Veiga, comandante do primeiro voo da SATA, realizado em 1947, com um Beechcraft, entre São Miguel e Santa Maria.