Profissionais de turismo entre os que mais consideram mudar de emprego

A conclusão é do Guia do Mercado Laboral 2016 da Hays. Segundo este guia, os profissionais das áreas do turismo e do lazer estão entre os que mais equacionam mudar de emprego este ano.

De acordo com a edição deste ano do Guia do Mercado Laboral da Hays, 78% dos profissionais de turismo e lazer coloca a hipótese de mudar de emprego em 2016. Por outro lado, e segundo o mesmo estudo, 50% dos profissionais do sector afirmam ter recusado ofertas de emprego em 2015.

O Guia do Mercado Laboral revela ainda que um bom ambiente de trabalho, a oferta salarial e o plano de carreira são actualmente os elementos mais valorizados pelos profissionais da área, quando analisam novas propostas de emprego.

Benefícios mais desejados, dinâmicas salariais e perfis mais procurados pelos empregadores são outros dos dados apresentados nesta edição.

“O sector do Turismo e Lazer manteve em 2015 a trajectória crescente dos últimos dois anos, registando novos máximos, destacando-se a qualificação gradual da actividade e a melhoria da posição competitiva do país no contexto internacional”, afirma Francisco Emauz Ribeiro, consultor de Recrutamento especializado em Turismo e Lazer. “O maior desafio deste sector é o mesmo dos últimos anos: compreender até que ponto o país está a conseguir formar profissionais qualificados em número suficiente para acompanhar este crescimento”, conclui o especialista.

O Guia do Mercado Laboral 2016 da Hays apresenta uma análise detalhada das tendências do mercado de trabalho qualificado em Portugal, com base em inquéritos realizados junto de mais de 800 empregadores e cerca de 3200 profissionais.