Programa Valorizar apoia 10 projectos na região Centro

O Programa Valorizar vai apoiar, com mais de 2 milhões de euros, 10 projectos de valorização turística no Centro de Portugal, com o objectivo de dinamizar o turismo na região. Figueiró dos Vinhos, Góis, Tábua, Mortágua, São Pedro do Sul e Mangualde são os municípios abrangidos pelos projectos, que têm valor de 2,75 milhões de euros.

A maioria destes contratos é assinada durante a visita da secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, e do administrador do Turismo de Portugal, Carlos Abade, a estes territórios, que teve início esta quarta-feira, prolongando-se até quinta-feira.

Em Figueiró dos Vinhos, é apoiado o projecto de valorização do Casal de S. Simão, que consiste na implementação de um passadiço em madeira, com uma extensão de cerca de um quilómetro, com início no Miradouro das Fragas de S. Simão, pelo cume da fraga, ao longo da qual o passadiço dará acesso à Praia Fluvial das Fragas de S. Simão.

Em Góis, o projecto Góis Smartland inclui a recuperação da Aldeia do Loural (turismo em espaço rural), disponibilização de redes Wi-Fi e internet nos espaços públicos e recuperação e musealização da Casa-Museu Alice Sande.

Em Tábua está prevista a requalificação da praia fluvial da Ronqueira e a disponibilização de Wi-Fi e em Mortágua, o projecto de Enoturismo da Sociedade Agrícola Boas Quintas. Será também apresentada a reabertura do Hotel Turismo de Tábua, encerrado há três anos, que será convertido num hotel de quatro estrelas pelo grupo Luna Hotéis.

Em São Pedro do Sul está em causa a acessibilidade aos claustros do Convento de S. José, o percurso lúdico nas margens do rio Vouga e a instalação de Wi-Fi no centro histórico e espaços públicos com maior afluência turística.

Já em Mangualde, a intervenção terá lugar na Igreja da Misericórdia, e prevê a dinamização de um espaço de acolhimento aos visitantes que disponibilize elementos de informação e interpretação sobre a história e património do concelho.

Afirmando que o Programa Valorizar é “instrumento determinante para apoiar o desenvolvimento de projectos turísticos no interior” a secretária de Estado do Turismo, citada em comunicado, sublinha que “até ao momento foram apoiados, no âmbito do Valorizar, 124 projectos turísticos no programa específico de apoio ao turismo no interior, num investimento total associado de 45 milhões de euros e ao abrigo da linha criada após os incêndios foram já aprovados 42 projectos, o que representa um incentivo total de 11 milhões de euros”.