Projecto turístico faz renascer aldeia

Num empreendimento orçado em um milhão de euros de investimento privado, o projecto Loural Village visa recuperar e adaptar as casas do Loural, uma pequena povoação no concelho de Góis, no distrito de Coimbra, e transformá-las em alojamento de férias.
Além das propriedades urbanas e rústicas da povoação, onde outrora viveram 15 famílias, entre as serras do Açor e da Lousã, o projecto “Destinos0% sustentável”inclui a área florestal que, em conjunto com as casas, totaliza 30 hectares.
O complexo turístico abrange ainda piscina, sala de reuniões e uma pequena biblioteca.
Em entrevista à Lusa, Cláudia Passos, gerente do Loural Village, contou que o projecto prevê a instalação de “habitantes permanentes” que promoverão a produção florestal e agropecuária “de uma forma sustentável” e que as receitas do alojamento a turistas “terão uma importância económica” para a viabilidade do Loural Village, enquanto “aposta auto-suficiente”, que passa pela valorização da floresta autóctone e das energias alternativas.
Ainda a contar para o selo de sustentabilidade, a responsável disse à Lusa que o moinho de água da aldeia será adaptado para fornecer energia eléctrica e o forno restaurado para voltar a cozer, por exemplo, broa.
S.C.F.