Projecto turístico vai revitalizar cais comercial de Faro

O cais comercial da cidade de Faro vai ter um centro de investigação, uma marina, um aquário, um centro de congressos e hotéis. O projecto acaba de ser apresentado pela autarquia local.

O arquitecto responsável do “Farformosa”, Pedro Vaz, explicou aos jornalistas que o projecto poderá implicar um investimento na ordem dos 170 milhões de euros. O projecto prevê a construção do novo centro de investigação do Centro de Ciências do Mar do Algarve (CCMAR) da Universidade do Algarve, um aquário com 7.000 metros quadrados, um centro de congressos, uma incubadora para 20 empresas ligadas ao mar, um centro náutico, uma marina com 440 lugares de amarração, área para reparação naval, três hotéis, 63 moradias e 40 quartos, áreas para comércio, serviços e restauração. Poderá ser concretizado entre cinco e 10 anos, e tem potencial para criar mais de 1.500 postos de trabalho directos.

A inactividade do actual porto comercial de Faro foi o mote para o desenvolvimento do projecto de intervenção que resultou de um protocolo inicial entre a autarquia e o CCMAR e que, entretanto, já conta com o envolvimento de outras entidades.

O modelo de financiamento ainda não está completamente definido, mas os parceiros envolvidos admitem que a entidade gestora do complexo possa conseguir verbas dos investidores privados para a concretização dos projectos de cariz público como é o caso do centro do CCMAR e do aquário. A Câmara de Faro indica já ter recebido contactos de investidores estrangeiros interessados em investir no concelho e neste projecto.

A área do cais comercial tem cerca de 18 hectares em pleno Parque Natural da Ria Formosa e pode acolher um projecto desta natureza porque está desafectada do domínio marítimo.