Promoção da imagem é primeiro objectivo de presença na BTL

Para 95% dos expositores, a presença na BTL tem por objectivo a promoção da imagem, em segundo lugar destaca-se a angariação de novos clientes, com um valor de 70% seguido do reforço de relações com actuais clientes, referenciado por 60% dos expositores presentes na feira.

A 30ª edição da BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa, que decorreu na FIL, em Lisboa, foi avaliada por mais de 130 expositores. Esta iniciativa da FIL visa avaliar o grau de satisfação da participação na BTL assim como as prioridades dos expositores face à presença na Feira.

Os dados do inquérito revelam também que quando questionados sobre o contacto preferencial, com profissionais (B2B), público (B2C) ou ambos, 65.6% dos expositores indicaram ter como objectivo primordial a comunicação com ambos, registando uma subida de 8.8% relativamente a 2017. Ainda sobre este indicador, 30.5% prefere o contacto profissional (- 8.4%) enquanto apenas 3.9% privilegia o contacto com o público (- 0.4%). Apesar destes números, foi possível registar um aumento exponencial de 84% nas vendas directas realizadas durante os dias de público, relativamente às que se realizaram na edição de 2017.

Os resultados do inquérito concluem ainda que e 96,9% dos expositores tenciona participar na edição de 2019 da BTL.

Dos vários sectores de actividade presentes da BTL, os municípios tiveram sempre maior representatividade. Em 2017, em conjunto com as regiões de turismo ocuparam o primeiro lugar em termos de ocupação, com 23,5% da totalidade do espaço, enquanto na edição de 2018 foi o alojamento que ocupou esta posição com 26,9% do espaço, mais 11,5% que a edição anterior.

A BTL 2018 acolheu um total de 77 mil visitantes. Durante os três primeiros dias, 39 mil profissionais estabeleceram novos negócios e parcerias, o que representou um aumento de 1.112 profissionais face a 2016. Já no fim-de-semana dedicado ao grande público, 38 mil visitantes aproveitaram as promoções e descontos exclusivos da Feira.