PS quer novo PENT para vigorar até 2025

O Grupo Parlamentar do entregou na Assembleia da República um projecto de resolução em que recomenda a elaboração de um novo Plano Estratégico Nacional de Turismo que seja capaz de assegurar, até 2025, um “Planeamento participado da actividade turística”.

No documento, citado pela Agência Lusa, os deputados do PS recomendam que o novo PENT tenha em conta “o actual quadro de fundos comunitários, bem como o novo quadro” e que na sua preparação e elaboração sejam envolvidos todos os agentes do sector.

Recordando que o último PENT, da responsabilidade do anterior governo, esteve em vigor até ao ano passado e que agora não existe nenhum Plano Estratégico para o turismo, os deputados do PS consideram “fundamental investir num planeamento participado da actividade turística, aproveitando a elevada qualidade dos agentes do sector para a elaboração de um PENT credível e fundamentado, aproveitando-se igualmente o trabalho que tem de ser efetuado e preparado, considerando também a actualização dos Planos de Promoção Turística de base nacional e regional, tendo em conta as autarquias, as entidades regionais de turismo, as associações do sector e as empresas turísticas, entre outros”.

A vigência recomendada, de 2016 a 2025 resulta, de acordo com o Grupo Parlamentar do PS, da “necessidade da elaboração de um plano que tem de ter em conta, forçosamente, o quadro de financiamento comunitário que está na sua fase inicial, o Portugal 2020, e perspectivar as reais necessidades do sector para um quadro financeiro vindouro”.

De acordo com o documento “importa realizar um planeamento e desenvolvimento para a próxima década do sector do turismo, revelando-se fundamental explorar o seu potencial económico e assegurar, em simultâneo, a sustentabilidade dos recursos naturais”.