Qualificação de trabalhadores autárquicos para o turismo inicia-se em Setembro

Dividido em três módulos, com um total de 65 horas de formação, o curso “Qualificação da Administração Local Autárquica para o Turismo” (ALA+T), criado para capacitar a administração local, tem a duração de 16 semanas, e inicia-se em Setembro.

Esta formação dirige-se a técnicos superiores das Câmaras Municipais, Comunidades Intermunicipais, Áreas Metropolitanas e Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional. As aulas (Master Classes) e workshops de aplicação são ministrados nas Escolas do Turismo de Portugal de cada uma das NUTs II (Norte, Centro, Área Metropolitana de Lisboa, Alentejo e Algarve) e também nas regiões autónomas.

Potenciar o turismo local e regional enquanto factor de desenvolvimento económico, de preservação ambiental, de valorização cultural e de bem-estar social é o objectivo do curso, que vai incidir sobre capacitação dos destinos, estruturação de produtos turísticos, captação de investimento turístico, dinamização de redes locais, marketing territorial e digital, inovação em turismo, mercados, produção de conteúdos e instrumentos de apoio ao turismo.

Aos participantes serão apresentadas ferramentas que os ajudarão a atrair investidores e a captar e mobilizar o tecido empresarial para o desenvolvimento do turismo. O apoio à criação e requalificação do produto turístico e à cooperação entre as estruturas administrativas do turismo são outras das áreas a abordar.

Este programa permitirá criar uma rede de técnicos especializados em turismo para promover o desenvolvimento turístico das zonas com menos tradição em termos de actividade turística, alargando cada vez mais o turismo a todo o território, um dos objectivos da Estratégia Turismo 2027.

Segundo Luís Araújo, presidente do Turismo de Portugal, entidade que apoia esta formação, “os organismos públicos, desde o nível local ao regional, com responsabilidades no desenvolvimento e na gestão do turismo, têm um importante papel a desempenhar nesta ambição de promover uma procura mais homogénea por todo o território, durante todo o ano”.

Por sua vez, a Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, realça que este programa “é uma oportunidade para criar condições de atractividade e de estruturação de oferta em municípios que não são tradicionalmente destinos turísticos e em que o turismo pode assumir um papel importante na estratégia de desenvolvimento”.

Já o secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel, sublinha que “o turismo pode ser um factor diferenciador para o desenvolvimento dos municípios e para a fixação de população, nomeadamente no interior”, pelo que este programa se reveste da “maior importância como instrumento de capacitação do sector”.

As inscrições para o curso ALA+T podem ser feitas online em www.alaturismo.pt.