Queen Mary 2: 90 milhões de libras investidos em remodelações

A Cunard Cruise Line, que celebra 176 anos de existência em 2016,  fez um investimento de 90 milhões de libras que resultou numa reestruturação completa do navio Queen Mary 2, que já se encontra novamente a fazer a sua ligação transatlântica.

O navio de cruzeiro foi redesenhado com um design de interiores mais moderno e re-imaginado com novas experiências para os viajantes, em muito inspirados no movimento Art-Decó que marcou os anos 30 e o lançamento do original Queen Mary.

As obras de renovação visaram a reestruturação das suites e restaurantes do Queen Grill e Princess Grill, bem como das cabines Britannia. Foram adicionadas 30 cabines Britannia Club, 15 cabines individuais Britannia e cinco cabines interiores Britannia.

Foram, também, repensados alguns dos principais espaços e restaurantes públicos, incluindo a transformação do antigo Winter Garden na actual Carinthia Lounge, a introdução do The Verandah como novo restaurantes de especialidade e a reestruturação completa do Kings Court, popular área da buffet do navio.

Foram, ainda, adicionados 10 canis, completos com um poste de luz de Liverpool e bocas-de-incêndio de Nova Iorque, de modo a que os cães se sintam em casa no único serviço de canil transatlântico do mundo. E, a combinar com a restante frota Cunard, o exterior do navio foi totalmente repintado, tal como foram feitas melhorias técnicas significativas e mudanças estruturais.

Foram despendidas cerca de um milhar de horas de mão-de-obra, num período de 25 dias, em que cerca de 55.000 metros quadrados de alcatifa foram estendidos, 4000 novas pinturas emolduradas foram penduradas, 15000 litros de tinta foram aplicados no exterior do navio, entre tantos outros detalhes.