Quinta do Correio-Mor vai dar lugar a hotel

A Quinta do Correio-Mor, em Loures, vai ser alvo de um profundo processo de recuperação orçado em 350 milhões de euros e que inclui a construção de um hotel, prevendo-se a conclusão dos trabalhos dentro de 10 ou 15 anos. A informação foi avançada pelo Público, que cita o fundo imobiliário Capital Real, responsável pelo projecto, que, além do hotel, prevê também a criação de um centro de congressos e de um pólo de saúde. O projecto vai desenvolver-se numa área de 192,50 hectares, onde se encontra a Quinta do Correio-Mor, um palácio do século XVIII, classificado como imóvel de interesse público, que será igualmente reabilitado. O presidente do conselho de administração do fundo imobiliário Capital Real, Armando Martins, do grupo Fibeira, proprietário do palácio e promotor do projecto, disse à Lusa que o objectivo passa essencialmente pelo desenvolvimento de um pólo de saúde que junte empresas ligadas à investigação científica e à tecnologia, aproveitando a proximidade ao hospital de Loures. “Queremos aproveitar o facto de dispormos do hospital de Loures a poucos metros para incentivarmos as empresas do ramo a investir neste projecto”, afirmou o responsável do fundo imobiliário à Lusa. Já Tiago Matias, vereador da Câmara Municipal de Loures com o pelouro da Gestão Urbanística, destaca a “maior visibilidade” que o projecto pode trazer ao concelho, nomeadamente em termos turísticos, servindo para atrair ?novas e variadas actividades turísticas?. Recorde-se que já em 2009 tinha sido apresentado um projecto de recuperação para a Quinta do Correio-Mor, numa intervenção que estava orçada em 500 milhões de euros mas que acabou por não avançar devido à conjuntura adversa que tem afectado o país. I.M.

(Visited 15 times, 1 visits today)