Quinta do Martelo agraciada pelo 9ª ano com a Green Key

Pioneira no turismo rural e de natureza nos Açores, a Quinta do Martelo – Centro Etnográfico e Gastronómico, na ilha Terceira, viu ser-lhe atribuído, pelo nono ano consecutivo, o galardão internacional Green Key.

Este prémio distingue as boas práticas ambientais, de educação ambiental na área do turismo sustentável, atitudes positivas na comunicação com clientes, e de formação dos colaboradores.

O troféu é atribuído a empreendimentos que se preocupam com um melhor ambiente, os quais, uma vez distinguidas, ficam obrigados a melhorar ainda mais as condições pelas quais foram premiadas em edições anteriores.

O galardão pretende ainda reconhecer as iniciativas de gestão ambiental de sucesso, como mais-valias no caminho para um turismo com um mínimo de pegada ecológica.

Ao Turisver.com, Gilberto Vieira, proprietário da Quinta do Martelo sublinha que a unidade “é pioneira, nos Açores, na defesa e valorização do turismo em espaço rural e de natureza, tendo, ao longo de 26 anos, sido reconhecida, por instâncias nacionais e internacionais, como um caso de êxito na articulação entre a exploração comercial turística e a preservação rigorosa da tradição, do ambiente e da verdade cultural e etnográfica do meio em que nasceu e desenvolve a sua actividade”.

Por outro lado, desde há longa data que a Quinta do Martelo tem apostado “na produção de bens alimentares próprios, por meios de cultura biológica, utilizados na confecção dos pratos servidos no seu restaurante”. Isto inclui “culturas de pomares, leguminosas, tubérculos, plantas aromáticas e medicinais e variadas espécies de hortícolas, para confecção de pratos típicos”, frisa o responsável.