Raul Martins: Aeroporto de Lisboa pode travar crescimento

Raul Martins, presidente da Associação da Hotelaria de Portugal, deixou claro esta quinta-feira que os hoteleiros estão muito preocupados com a situação do Aeroporto de Lisboa naquilo que ele pode entravar a continuação do crescimento do turismo nacional. Os recursos humanos são outra das grandes preocupações. 

A abrir a sessão em que foram apresentados os resultados do AHP Tourism Monitor, Raul Martins começou por afirmar a sua satisfação pelos resultados alcançados o ano passado pela hotelaria em todo o território nacional. “Nunca tínhamos registado resultados tão positivos” com 2017 a ter-se confirmado como “o melhor ano de sempre” para a hotelaria.

Tais resultados, no entanto, não descansam os hoteleiros, com Raul Martins a enfatizar os dois maiores desafios que se colocam à  actividade a começar pelos recursos humanos, com o presidente da AHP a sublinhar que são precisos profissionais para o sector, que é necessário dar formação e valorizar esses profissionais.

Outra preocupação é o Aeroporto de Lisboa, com Raul Martins a afirmar, comentando os resultados de 2017: “sabemos que este crescimento tem perna curta porque será impossível receber progressivamente mais turistas enquanto a nossa principal porta de entrada, o Aeroporto Humberto Delgado, continuar congestionado”.