Rede de Cidades AVE promoveu-se em Portugal

Produto turístico que tem o comboio como meio de transporte, a Rede de Cidades AVE liga Madrid a 29 destinos em Espanha. O novo produto foi apresentado em Portugal num roadshow que passou por Braga, Porto e Lisboa.

O Turismo de Madrid, a Rede de Cidades AVE e o Turismo de Espanha realizaram, entre 15 e 17 de Outubro, um roadshow em Portugal nas cidades de Braga, Porto e Lisboa. O objectivo foi dar a conhecer aos profissionais de turismo a facilidade de ligação entre as principais cidades portuguesas e Madrid, as 29 conexões que ligam Madrid a outras cidades espanholas através da Rede AVE e ainda as hipóteses de comercialização que a Rede de Cidades AVE terá a partir de Janeiro de 2020.

Consuelo Sánchez, Manager do Turismo de Madrid para o mercado português, salientou que uma das grandes novidades que Madrid passou a oferecer nos últimos tempos residiu na “implementação da directriz Madrid Central que limita a circulação de carros particulares no centro da cidade”.

No que toca a novidades na área do alojamento, a responsável salientou que “a cidade cresceu em mais de 2.000 novas camas em hotéis de 4 e 5 estrelas” e em “complexos turísticos de grande valor cultural”.

Portugal está entre os mercados emissores turísticos mais importantes para a capital espanhola, sendo que entre Janeiro e Agosto, a cidade recebeu 136.456 viajantes nacionais, o que resultou em 284.003 dormidas. Neste âmbito, Juan Castro, técnico das Cidades AVE, sublinhou que “o mercado português é muito importante para os destinos AVE uma vez que, devido à proximidade geográfica, pode ajudar a combater a sazonalidade das dormidas, além de ser um mercado com grande interesse nas conexões de alta velocidade. Através dos vários voos directos de Lisboa e Porto para Madrid, viajar para outras cidades espanholas através da Rede torna-se fácil, rápido, prático e económico”, garantiu.

Ainda antes do final deste ano, a Rede lançará um site concebido para trabalhar directamente com as agências de viagens, mas também com o público final. Esta plataforma irá oferecer a possibilidade de reservar experiências de comboio + hotel + destino, conjugando sinergias entre as cidades conectadas à rede de alta velocidade.

Já Caroline Tensi, responsável pela Conectividade no Turismo de Madrid referiu que, para além de viajarem para Madrid, os portugueses podem agora facilmente “visitar uma ou várias cidades da AVE como Barcelona, Sevilha, Valência ou Granada, recém-incorporadas à rede; ou cidades menores, mas com um nível fantástico de oferta cultural e gastronómica, como Cuenca, Segóvia ou Toledo”.