Rent-a-car adquiriu 1.645 viaturas em Janeiro

De acordo com a ARAC, as empresas suas associadas adquiriram no primeiro mês deste ano, um total de 1.645 viaturas (veículos ligeiros de passageiros, comerciais ligeiros, pesados de mercadorias, todo-o-terreno e motociclos), um número que representa uma variação homóloga positiva de 11%.

O rent-a-car continua a afirmar-se de forma clara como o maior comprador de veículos automóveis em Portugal, registando no mês de Janeiro a aquisição de 1.444 veículos ligeiros de passageiros e 201 veículos ligeiros de mercadorias”, sublinha a ARAC.

A Associação revela ainda que nas aquisições efectuadas continuam a dominar os segmentos B e C “embora se comece a assistir a um crescimento do segmento A, devido ao aumento da procura deste tipo de veículos pela clientela turística”.

A mesma entidade avança que em breve se começará também a assistir “a introdução nas frotas das empresas de veículos eléctricos, aumento do número de veículos adaptados à condução por pessoas com dificuldades físicas, veículos de características especiais para além das caravanas e autocaravanas já operadas por algumas empresas especializadas” bem como à introdução de “bicicletas a pedal, bicicletas eléctricas e também os denominados “segway””.

O crescimento das frotas das empresas de rent-a-car deve-se sobretudo ao actual sucesso da actividade turística em Portugal, até porque, sublinha a ARAC,  “o turismo é actualmente o maior mercado das empresas de rent-a-car representando cerca de 60% do seu volume de negócios”.

Refira-se que a ARAC representa cerca de 96% das empresas de aluguer de curta duração a operar de forma legal em Portugal.