Rent-a-car na região Centro factura mais de 8M€ por ano

As 19 empresas de rent-a-car sediadas no Centro de Portugal e as restantes de âmbito nacional que também operam na região são responsáveis por uma frota que ascende a cerca de 2.500 veículos, com uma facturação anual superior a 8 milhões de euros.

De acordo com a ARAC, a região Centro é um mercado com um potencial de crescimento para os próximos anos, o qual revela já uma grande importância no mercado de aluguer de veículos em regime de curta duração.

No que respeita à clientela, o sector turístico é responsável já por 32% dos alugueres de veículos ligeiros de passageiros, enquanto 56% pertence a empresas dos sectores público e privado e 12% particulares.

A ARAC indica que o sector está em crescimento de uma forma geral mas, a fiscalidade é uma factor que “continua a colocar-nos em clara desvantagem com outros países em especial com o nosso concorrente mais directo, a Espanha”. Neste sentido, a Associação destaca o imposto sobre veículos (ISV) que “onera fortemente as empresas de aluguer de automóveis sem condutor portuguesas face aos nossos vizinhos onde o rent-a-car tem uma fiscalidade adequada tendo em conta nomeadamente a importância exportadora deste sector em matéria do turismo, o que faz com que no fim do dia os veículos adquiridos pelas nossas congéneres espanholas sejam cerca de 30% mais baratos ao que acresce uma taxa de IVA significativamente mais baixa”.