Representantes de Portugal e da China conversam sobre intercâmbio turístico

Durante a Expo Internacional de Turismo de Macau, que terminou domingo, a promoção do destino turístico da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau como itinerário multi-destino esteve em foco nas conversações entre representantes da indústria turística de Portugal e da China.

De acordo com a Direcção dos Serviços de Turismo de Macau, citado pela Lusa, “representantes da indústria turística de Portugal e de outros países trocaram ideias, com parceiros de Guangdong, sobre o Intercâmbio de Turismo China-Portugal”, partilhando ainda “ideias sobre itinerários multi-destino” e a sua implementação no mercado internacional.

Macau, que foi eleito pela Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo como destino preferido da associação para 2019, “pretende encorajar operadores turísticos de Portugal e outras partes do mundo a lançarem itinerários e produtos multi-destinos, para atrair mais visitantes de mercados de longo curso para a Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau”, declarou a DST. Além de Guangdong, Hong Kong e Macau, a região da Grande Baía abrange nove localidades: Cantão, Shenzhen, Zhuhai, Foshan, Huizhou, Dongguan, Zhongshan, Jiangmen e Zhaoqing.

As autoridades de Macau estão confiantes que a entrada em funcionamento da ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau, prevista para este ano, será “uma importante infra-estrutura para impulsionar o turismo multi-destinos”.