Royal Caribbean Cruises altera política de idade mínima em cruzeiros

A Royal Caribbean Cruises, empresa que detém as companhias de cruzeiros Royal Caribbean Inbternational, Azamara Club Cruises e Celebrity Cruises, alterou a sua política de idade mínima em cruzeiros na Europa, América do Sul, Ásia, Austrália e Nova Zelândia, que passa agora para os 18 anos. “Apenas os passageiros abaixo desta idade serão considerados menores”, diz a Royal Caribbean Cruises em comunicado, explicando que, para os “cruzeiros realizados a partir dos Estados Unidos (incluindo Porto Rico) e a partir do Canadá, mantém-se a idade mínima de 21 anos”. Apesar da alteração da política de idade mínima, o acompanhamento por um adulto com idade superior a 18 ou 21 anos, de acordo com o cruzeiro seleccionado, continua a ser obrigatório. “O adulto apenas terá que fazer-se acompanhar de uma autorização escrita pelos pais ou tutores legais autenticada por um notário, mencionando que o autoriza a acompanhar o menor durante o cruzeiro e também qualquer tratamento médico que o menor possa necessitar durante a viagem”, diz ainda a Royal Caribbean Cruises na mesma informação. I.M.