RTA quer promover ciclismo e cicloturismo na região

Em 2015 a região do Algarve que promover o destino para a prática de ciclismo de competição e lazer, tendo já inscritas para este ano cinco provas, promovidas pela Federação Portuguesa de Ciclismo, que vão ajudar a impulsionar a modalidade na região.
O objectivo desta iniciativa é atrair mais estágios, eventos e turistas velocipédicos para o Algarve. De acordo com Desidério da Silva, presidente da Região de Turismo do Algarve (RTA) “o clima temperado, a qualidade da oferta hoteleira e a variedade de percursos e de equipamentos fazem do Algarve um destino apetecível para o desporto. Estamos por exemplo na rota dos estágios desportivos de alta competição de futebol, que em 2014 trouxe à região as selecções da Inglaterra e da Holanda. Mas queremos também demarcar-nos no ciclismo”, acrescentando que o programa Cyclin’Portugal Algarve, do qual a entidade é parceira, “é já um bom estímulo à modalidade em território algarvio.”
Outro objectivo é atenuar a sazonalidade, já que os meses de Fevereiro e Março são os de menor fluxo turístico. “Os eventos incluídos no Cyclin’Portugal Algarve decorrem em Fevereiro e Março, precisamente na altura de menor fluxo turístico. Este é portanto um nicho que nos interessa explorar, tal como o cicloturismo, que só em 20Associativismo gerou mais de dois milhões de viagens na Europa”, conclui Desidério da Silva. A região algarvia integra a Rede Europeia das Ciclovias Transnacionais (EuroVelo) e possui infra-estruturas vocacionadas para a utilização da bicicleta, caso da Ecovia do Litoral, com cerca de 214 quilómetros que unem o Cabo de São Vicente, em Sagres, a Vila Real de Santo António M.P.C.