Ryanair suspende rota Lisboa-Faro devido a “limitações de capacidade”

A companhia aérea de baixo custo Ryanair vai suspender a rota Lisboa-Faro a partir de 24 de Abril, menos de um mês depois dos voos terem começado a operar, justificando a suspensão com “limitações de capacidade”. A rota, que foi anunciada em Fevereiro, começou a ser operada a 1 de Abril, data da abertura da base da companhia em Lisboa, chegando agora a informação, já confirmada pela Ryanair, de que o último voo vai decorrer a 23 de Abril, ou seja, menos de um mês após a sua inauguração. “Devido a limitações de capacidade, lamentamos que a Ryanair não esteja em posição de agendar os horários ideais e as frequências necessárias para uma rota doméstica como esta”, explicou ao portal Dinheiro Vivo Luis Fernández-Mellado, sales & marketing manager da companhia em Espanha e Portugal. A Ryanair não exclui, no entanto, a possibilidade de a rota ser retomada na temporada de Inverno, até porque, explicou também Luis Fernández-Mellado, está prevista a entrega dos primeiros 175 novos aviões Boeing para essa altura, o que vai coincidir com a revisão dos horários dos voos da companhia. Os clientes da Ryanair com reservas para voos a partir de 24 de Abril já começaram a ser notificados da suspensão da rota, que não vai ser operada até 25 de Outubro, data que deveria marcar o fim dos voos entre Lisboa e Faro, com a companhia a permitir o reembolso ou a remarcação de voos para outros destinos. Recorde-se que, com a suspensão da rota da Ryanair entre Lisboa e Faro, a TAP volta a ser a única companhia a voar entre Lisboa e a capital algarvia. I.M.