SATA lança tarifa de baixo custo

Denominada “last minute”, a nova tarifa que entrou em vigor na passada sexta-feira, está disponível para residentes e não residentes nos Açores, mas apenas nas rotas operadas pela SATA Internacional, entre aquela região Autónoma e o continente. A tarifa “last minute”, tem um custo final para o passageiro de 88,5 euros, preço que já inclui as taxas aeroportuárias e de emissão, ficando isento da sobretaxa de combustível, explica a SATA em nota informativa. Válida para todas as ilhas da região, em voos que serão seleccionados e com um limite de lugares disponíveis, a nova tarifa é comercializada em todos os canais de venda, directa ou indirecta, a partir de 48 e 24 horas antes da realização do voo. Porque se trata de uma tarifa especial, a “last minute” está sujeita a algumas condições especiais, como a não permissão de alterações reembolsos, combinações com outras tarifas, ou a acumulação de milhas no Programa de Passageiro Frequente “SATA Imagine”. A nova tarifa obriga ainda a uma estada de dois dias no destino, sendo que a reserva da estadia deve ser feita em simultâneo com a emissão do bilhete. Por outro lado, não há desconto para crianças entre os 2 e os 11 anos, sendo que para as menores de 2 anos apenas pagam 10% da tarifa, desde que não ocupem lugar. “Com esta nova tarifa a SATA dá mais um passo no sentido de responder às expectativas dos açorianos em geral com a oferta de viagens com menores custos e, ao mesmo tempo, contribui para estimular o desenvolvimento do turismo dos Açores ao possibilitar a utilização desta tarifa a passageiros não residentes”, lê-se na informação enviada pela SATA. M.F.