Segurança e facilitação de viagens no centro das preocupações do Conselho Executivo da OMT

Segurança e facilitação de viagens, sustentabilidade e novas tecnologias foram as grandes temáticas debatidas no Conselho Executivo da OMT, que terminou esta quarta-feira em Málaga. Portugal, país membro deste conselho, para o qual foi eleito em Setembro do ano passado, esteve representado pela secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.

Com mais de 300 representantes de 50 países, incluindo 17 ministros e secretários de Estado do Turismo, a 103ª edição do Conselho Executivo da OMT reuniu num momento chave para o sector do turismo em contínuo crescimento, tendo já atingido os 7% do total das exportações mundiais.

Com cerca de 1.200 milhões de chegadas de turistas internacionais, valor registado em 2015 e que representa um aumento de 4% em relação aos doze meses anteriores, a Organização Mundial do Turismo confirma que em 2016 a taxa de crescimento vai continuar a subir. Na verdade, o aumento nas chegadas internacionais já foi superado nos primeiros meses do ano, chegando a 5%.

Para além de abordar a relação entre o turismo e as novas tecnologias, sustentabilidade e segurança e facilitação das viagens, o Conselho aprovou as orientações para as comemorações do Ano Internacional de Turismo Sustentável para Desenvolvimento, que será assinalada em 2017 por decisão da Assembleia Geral das Nações Unidas, que têm início com um acto de abertura no âmbito da FITUR de Madrid, a ter lugar em Janeiro.

O conselho escolheu como sede da sua próxima reunião, a ser realizada no último trimestre deste ano, a cidade egípcia de Luxor.