SET apontou ?perplexidades? sobre o novo PENT

O novo PENT viu a ?luz do dia? quando Adolfo Mesquita Nunes assumia já a pasta do Turismo, no entanto o Plano não é da sua responsabilidade. Tanto assim é que o actual secretário de Estado apontaria ontem algumas das suas perplexidades face ao novo PENT. Considerando que a estratégia seguida no turismo não tem sido a mais eficaz, Adolfo Mesquita Nunes, que falava ontem na apresentação no Anuário ?O Turismo em 2013?, mostrou-se perplexo, nomeadamente, porque o novo PENT não inclui uma avaliação do anterior, porque não faz referência ao que tem sido a evolução dos vários mercados estrangeiros, porque não dedica uma única linha à análise de planos estratégicos que outros países, o mesmo acontecendo relativamente ao financiamento ? ?isto depois de dois anos de reflexão?. Adolfo Mesquita Nunes avançou também algumas das preocupações que diz ter relativamente ao sector e que passam, nomeadamente, pela necessidade de um consenso que permita ganhar ?representatividade política? para o turismo; por perceber que a procura é que manda; e ainda pelo facto de o licenciamento e financiamento estarem a promover a estandardização da oferta. Sublinhando que ?o turismo resiste apesar daquilo que nós (Governo) lhe fazemos?, o secretário de Estado avançou que, relativamente ao QREN ?estou a trabalhar para que o turismo não perca nada?. M.F.

(Visited 1 times, 1 visits today)