SET assina protocolo para formação de jovens brasileiros nas escolas do TP

O secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, assina hoje, em São Paulo, um protocolo com vista ao intercâmbio de jovens estudantes de turismo e que vai permitir que os alunos das universidades e escolas politécnicas brasileiras recebam formação nos estabelecimentos da rede de escolas do Turismo de Portugal (TP). O protocolo vai ser assinado hoje por Adolfo Mesquita Nunes e Gastão Vieira, ministro do Turismo do Brasil, à margem da ABAV?13 ? Feira de Turismo das Américas, onde o governante português vai marcar presença. ?Portugal vai assim contribuir para preparar melhor os recursos humanos brasileiros envolvidos nos dois maiores eventos desportivos internacionais: o Mundial de Futebol 2014 e os Jogos Olímpicos 2016, que se realizam naquele país?, destaca o TP em comunicado. O primeiro módulo de formação ao abrigo deste protocolo vai arrancar já em Dezembro, na Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal, estendendo-se entre dia 2 de Dezembro e 31 de Janeiro de 2014. O protocolo, que pretende reforçar o papel de Portugal no panorama turístico internacional não só como destino turístico mas também como centro de formação de excelência e alargar a área de actividade das Escolas de Hotelaria e Turismo portuguesas, foi proposto ao ministro brasileiro por Adolfo Mesquita Nunes durante a Cimeira da CPLP, que decorreu em Maputo, no passado mês de Março. A formação dos alunos brasileiros será suportada pelo Ministério do Turismo do Brasil, a quem cabe a selecção e o envio dos estudantes brasileiros e todos os custos relativos a transporte aéreo internacional, alojamento, alimentação, deslocações internas em Portugal e despesas com material usado nas aulas, enquanto o TP deverá garantir a colocação dos alunos nos cursos, facilitando também a permanência destes jovens em território português durante o decorrer dos cursos. ?Esta iniciativa, que resulta de uma forte colaboração entre a Direcção de Qualificação Formativa e Certificação do Turismo de Portugal e o Ministério do Turismo do Brasil, reconhece a excelência da formação das Escolas do Turismo de Portugal e a sua capacidade de construir uma oferta formativa adequada às necessidades específicas de formação de cada parceiro?, considera Maria de Lurdes Vale, administradora do Turismo de Portugal com o pelouro da Formação. O Turismo de Portugal gere doze escolas de hotelaria e turismo de norte a sul do país e duas em regime de protocolo com as autarquias de Fundão e Mirandela, onde estudam mais de três mil alunos por ano. I.M.