SET: “Sustentabilidade do turismo passa por crescer mais em valor do que em número de turistas”

“É com grande satisfação que constato que os proveitos na hotelaria estão a crescer praticamente o dobro das dormidas, em meses tradicionalmente de época baixa, dando corpo a uma das metas da ET27”, declarou a secretária de Estado do Turismo.

Ao comentar os resultados da actividade turística do mês de Maio, divulgados sexta-feira pelo INE, Ana Mendes Godinho referiu que a “a sustentabilidade do turismo passa precisamente por aqui, por crescer mais em valor do que em número de turistas e crescer ao longo do ano”.

Recorde-se que os dados relativos ao mês de Maio apresentados pelo INE mostram uma subida de 19,4% no acumulado dos proveitos hoteleiros face ao período homólogo, num total de 1.037 milhões de euros. Já o crescimento acumulado das dormidas e do número de hóspedes regista aumentos de 10,4% representando, respectivamente, 19,4 milhões de dormidas e cerca de 7,3 milhões de hóspedes, crescimentos expressivos na época baixa.

Em Maio Portugal recebeu cerca de 2 milhões de hóspedes e 5,4 milhões de dormidas (respectivamente +7,9% e +7,2% face ao período homólogo), sendo 1,2 milhões de portugueses e 4,2 milhões de estrangeiros. Os proveitos hoteleiros registaram uma subida de 19,5%, atingindo os 318,8 milhões de euros.

As regiões que mais cresceram foram o Centro (+20,3%), os Açores (20,1%) e o Alentejo (+18,5%).

Dos dados do INE destaca-se ainda os resultados obtidos com a Polónia (+52,3%), Brasil (+40,3%) e EUA (+34,2%). Esta subida reflecte a aposta na diversificação de mercados, através de novas rotas aéreas e do alargamento de operações existentes a todo o ano.

A propósito, a governante considerou que “o caminho que estamos a seguir deixa-nos confiantes para o futuro e mostra que estamos todos a fazer apostas certas, com resultados, na captação de rotas aéreas e acções de promoção focadas e eficazes nos mercados que gastam mais nas várias épocas do ano”, para acrescentar que “só entre Janeiro e Junho deste ano já conseguimos ultrapassar o número total de artigos internacionais sobre o destino Portugal de todo o ano de 2016, e que foram cerca de 16 mil”.