Sines quer avançar com Observatório do Mar em 2018

A construção de um Observatório do Mar é uma das prioridades definidas no plano e orçamento da Câmara Municipal de Sines para 2018. Já aprovado, o plano inclui também a reabilitação do Centro Recreativo Sineense para receber um posto de turismo.

Para 2018, a Câmara Municipal de Sines aprovou um orçamento de 32,4 milhões de euros e um plano de que consta, nomeadamente, a aposta na eficiência energética, a construção de um Observatório do Mar, bem como a conclusão da ciclovia e do canal pedonal desde a Estrada da Floresta até à entrada da cidade. Entre várias reabilitações previstas no plano da autarquia, conta-se a do Parque das Merendas e do antigo lavadouro que será acompanhada da construção de um novo parque urbano.

A autarquia, que pretende reabilitar o Centro Recreativo Sineense para receber um posto de turismo, quer também iniciar o Programa de Apoio ao Comércio Tradicional, criar um “skate park” e uma Reserva Arqueológica Subaquática e promover estudos para determinar a qualidade ambiental.

Citado pela Agência Lusa, o presidente da autarquia, Nuno Mascarenhas, explica que o município pretende implementar “uma estratégia de desenvolvimento económico e social delineada com o objectivo de promover a contínua e progressiva transformação do município num território cosmopolita, solidário, competitivo e internacional”.