Sintra com novo pólo de atracção turística

A partir de amanhã, dia 21, a Abegoaria da Quinta da Pena e Turismo Equestre será a nova atracção de Sintra, com a inauguração, às 11h30, da 2ª fase de recuperação da Quinta da Pena. A cerimónia conta com a presença de Assunção Cristas, ministra da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território. A fase do projecto que vai agora ser inaugurado inclui a Abegoaria e novas cavalariças, para programas de Turismo Equestre. O projecto de recuperação da Quinta da Pena teve início em 2009 e levou já à abertura ao público do Jardim e Chalet da Condessa d?Edla, na zona ocidental do Parque. A 2ª fase, iniciada em 2011 e que agora vai ser inaugurada, foi financiada pela Parques de Sintra num total de 915.875 Euros, que dizem respeito à recuperação da Abegoaria (454.430 Euros), às novas cavalariças (299.135 Euros), e aos depósitos e equipamentos de combate a incêndios (162.310 Euros). A Abegoaria, um edifício do séc. XIX completamente restaurado, inclui sala de exposições e conferências. Ali ficarão instalados os serviços de gestão da zona, turismo equestre, e projectos aí desenvolvidos, como um espaço para as charretes que realizam passeios no Parque da Pena. Nas traseiras foram construídas cavalariças para 3 cavalos Ardennais, para passeios de charrete e 4 cavalos de sela e recreio para turismo equestre nos Parques de Sintra. Junto das cavalariças foi construído um paddock, para aquecimento dos cavalos. O espaço envolvente da Abegoaria foi valorizado com novas plantações e a construção de vedações e abrigos para animais. Com estas infra-estruturas a Parques de Sintra passa também a oferecer passeios a cavalo nas propriedades sob sua gestão, em percursos acompanhados por guias. As crianças poderão iniciar-se nas actividades equestres montando o pónei que ali estará também disponível. Os passeios custam entre 10,00 euros, para 30 minutos a 100,00 euros, para seis horas; o passeio de pónei tem o valor de 5,00 euros por 15 minutos e os percursos de charrete (20 minutos) custam 3,5 euros por adulto e 2,00 euros para jovens, sendo que as crianças até aos três anos não pagam. A estes preços acresce o valor da entrada no parque. Refira-se que na 3ª fase do projecto serão recuperados o aviário e o complexo de estufas, e adaptada uma casa de apoio ao jardim para instalação de cafetaria. M.F.