Solférias vai estimular venda de novos segmentos do Brasil

A Solférias vai estimular a venda de novos nichos e outros segmentos turísticos do Brasil, uma vez que está consolidado o sol e mar, que representa já 60% das suas vendas, declarou Sónia Regateiro.

O Brasil, onde opera desde 2012, já está no top 4 das vendas da Solférias e representa 10% do volume de negócios anuais do operador turístico, tendo crescido 32% (até Setembro), face ao ano anterior, disse a directora comercial da empresa, anunciando que, a partir do próximo ano a Solférias pretende estimular a comercialização de outros segmentos turísticos para o Brasil, nomeadamente o ecoturismo, que já representa cerca de 20% das vendas, o corporate, bem como novos nichos, como gastronomia, luas de mel e luxo, e ainda novos produtos como combinados e circuitos. Para o operador turístico, o sol e mar é já um produto consolidado, bem como o réveillon e o Carnaval, por isso “temos que explorara novos produtos”, realçou Sónia Regateiro.

A directora comercial da Solférias, que falava em Conferência de Imprensa, que antecedeu o roadshow sobre o Brasil, em Lisboa, realçou que o volume de negócios da venda do Brasil deverá atingir este ano 4,2 milhões de euros, o que significa que deverá transportar 4 mil turistas portugueses para as terras da Vera Cruz.

A Solférias e a Exoticooline promoveram um roadshow “Sol e Férias num Brasil exótico” que, entre os dias 26 a 29 deste mês percorreu as cidades do Porto, Coimbra, Lisboa e esta quinta feira em Albufeira, prevendo-se no total das quatro cidades  a participação de mais de 700 agentes de viagens. Todos saem das sessões com uma certificação de formação como especialistas em venda do destino Brasil.

Ambos os operadores deverão transportar este ano para o Brasil cerca de 7 mil turistas portugueses, destino que há oito anos contabilizou a entrada de 390 portugueses e, no último ano atingiu apenas 170 mil entradas de cidadãos lusos. Mas “tem-se verificado um crescimento este ano”, confirmou Miguel Ferreira, director-geral do Exoticoonline, destacando a procura do corporativo e de viagens de incentivos.

A Exoticoonline, que oferece seis circuitos no Brasil, para além da restante programação de sol e mar, deverá levar aquele destino cerca de 3 mil turistas portugueses.

Além dos responsáveis dos operadores turísticos Exoticoonline e Solférias, que promovem conjuntamente este roadshow, as sessões contaram com a participação de Rodrigo Corrêa, da Embratur, de representantes de alguns estados brasileiros tais como Jeanine Pires, secretária do Turismo do Estado de Alagoas, Ruth Avelino, presidente da Paraíba Turismo e Thayse Cortez, da Empetur (Pernambuco) e ainda de hoteleiros desses estados.

O roadshow desenvolveu-se como uma rodada de negócios, em que os agentes de viagens portugueses tiveram a oportunidade de contactar com os parceiros, recolher informação e esclarecer dúvidas. Os representantes dos diversos estados presentes tiveram também a oportunidade de apresentar as suas respectivas ofertas turísticas.