Soltrópico mantém oferta de Verão

Apesar da crise de que todos falam a Soltrópico mantém a confiança na reacção do mercado e não vai reduzir a sua oferta para este Verão. Acima de tudo porque ?os agentes continuam a precisar de produto? e os ?clientes vão continuar a viajar?, como frisou o director comercial do operador, Nuno Anjos, e porque, como afirmou o administrador Miguel Fonseca, a Soltrópico continua a ?confiar no profissionalismo dos agentes de viagens? e na sua ajuda para venderem produto Soltrópico. No Verão de 2013, Cabo Verde continuará a ser o ?destino estrela? da Soltrópico, com programação para as ilhas da Boavista, Sal e São Vicente, em estadas, combinados e circuitos. Na operação de risco junta-se outro destino importante para o operador, Porto Santo, com voos de Lisboa e do Porto às sextas-feiras, de 5 de Julho a 6 de Setembro. Outro destino que se mantém ? sem surpresas, dado o êxito obtido no Verão passado ? é Saidia, em Marrocos, destino que será operado em voos charter, de Lisboa e do Porto, com partidas às quartas-feiras entre 12 de Junho e 18 de Setembro (último regresso). Riviera de Antalya, na Turquia, e Croácia, são outras operações de risco que a Soltrópico vai manter este Verão. No primeiro caso, para Antalya, os voos, com partidas de Lisboa e do Porto, vão acontecer às segundas-feiras, de 1 de Julho a 16 de Setembro (último regresso). Já para a Croácia as partidas serão apenas de Lisboa, também às segundas-feiras, de 1 de Julho a 26 de Agosto (último regresso). Outras apostas que se mantêm na programação de Verão do operador são o Brasil, com ofertas para Recife, Natal, Salvador, Fortaleza e Rio de Janeiro, com base em voos TAP, TACV (no caso de Fortaleza) e SATA (Salvador), e São Tomé e Príncipe, para onde a Soltrópico apresenta programas para estadas e combinados em São Tomé, Ilhéu das Rolas e Ilha do Príncipe. Destaque ainda para a programação de Moçambique, com propostas para Maputo, Inhaca, Bazaruto, Quirimbas, Kruger Park e Gorongoza. Referência ainda para o destino Açores, para onde o operador apresenta uma vasta programação de estadas e circuitos. M.F.