TACV regressa à “clearing house” da IATA

A companhia aérea cabo-verdiana, TACV, foi readmitida na “clearing house” da IATA de que tinha sido suspensa em meados de Dezembro  por não cumprir com os pagamentos devidos. A suspensão tinha levado a que os seus bilhetes deixassem de ser aceites por outras companhias.

De acordo com informações emanadas da própria companhia, a reintegração na câmara de pagamentos Clearing House da Associação Internacional de Transportes Aéreos terá acontecido no início deste mês, embora a comunicação à companhia tenha acontecido a 21 deste mês.

Recorde-se que no passado dia 15 de Dezembro de 2015, os TACV tinham sido notificados da sua suspensão da Clearing House. Em causa estava o não pagamento, dentro dos prazos legais estipulados, de uma dívida de 2 milhões de euros que tinha para com a IATA.

A situação financeira dos TACV continua por enquanto a não ser a melhor, embora existam alguns desenvolvimentos, com contratação da empresa norte-americana Brown Rudnick com o objectivo de negociar e reestruturar as dívidas da companhia perante os credores, naquela que é já a segunda fase de um projecto que começou nos últimos meses do ano passado.