TAP: A330 renovado já está a voar

O A330 da TAP, com o nome de João Gonçalves Zarco, já voa com a cabina totalmente renovada, sendo o primeiro de sete aviões A330 que, até ao final deste ano, terão completado este processo, que se insere no âmbito do programa de actualização de frota.

O programa representa uma aposta da TAP na melhoria do conforto e do serviço prestado ao cliente e decorre do plano de capitalização da companhia aérea, que investiu 70 milhões de euros na renovação da frota. Com a actualização destes aviões, a TAP alinha assim toda a imagem das cabinas à dos A330neo, que irão integrar a frota.

A renovação dos interiores do João Gonçalves Zarco contou com o trabalho de 48 técnicos de manutenção e 7500 horas de trabalho no hangar da TAP, em Lisboa. A companhia aérea continua a parceria com empresas portuguesas, com a escolha de materiais e desenvolvimento de acabamentos a cargo da Almadesign, e a pele presente em alguns pormenores da cadeira de Executiva fornecida pela Couro Azul.

O visual da nova cabina evidencia a aposta num caminho de modernidade e a responsabilidade de uma companhia que celebra 72 anos. Na classe económica, a cabina passa a ser constituída por duas categorias, economy plus e economy. A configuração e o design sugerem um ambiente “fresh”, sendo os revestimentos das cadeiras totalmente novos, em tons de verde e cinza no caso da economy e em tons de cinza com alguns apontamentos a vermelho, no que diz respeito à economy plus. Esta nova categoria tem mais espaço e maior reclinação das cadeiras.

A classe executiva apresenta-se mais moderna e confortável, com alterações mais profundas. O avião conta com 25 cadeiras totalmente novas com reclinação total – cadeiras cama –, com comprimento da cama de 1,93m quando totalmente reclinada. Outros elementos aumentam, também, o conforto dos passageiros que viajam nesta classe, como os auscultadores, luz de leitura individual, mesas de apoio e compartimentos de arrumação, suportes para garrafas, entradas USB e tomadas eléctricas individuais.