TAP e CP estabelecem protocolo de colaboração

A TAP e a CP estabeleceram ontem um protocolo de colaboração que se vai traduzir em benefícios para os passageiros, permitindo, nomeadamente, o acesso a um interface de qualidade entre transporte aéreo e transporte ferroviário, com descontos sobre o preço do bilhete de comboio. O protocolo entrou ontem em vigor e vai permitir a todos os clientes possuidores de uma passagem aérea com voos operados pela TAP, cuja origem e/ou destino sejam os aeroportos de Lisboa, Porto e Faro, uma redução de 20%, aplicável sobre a tarifa base disponível na aquisição dos bilhetes da CP para os comboios Alfa Pendular e/ou Intercidades, que servem 60 destinos em Portugal. Esta é a primeira iniciativa conjunta que a TAP e a CP desenvolvem ao abrigo de um plano de acções que contemplará mais novidades e no âmbito do qual vão ser disponibilizados serviços que “complementem a experiência de viajar”, explica a TAP em comunicado. A aquisição de bilhetes para os comboios da CP já está disponível através do site da TAP, em www.flytap.com, bastando escolher o separador “Comboios” e preencher os campos obrigatórios sobre as informações do código de reserva, estações de origem e de destino, bem como a data, operação que passou a estar também disponível nas bilheteiras CP com o serviço de Longo Curso, indicando os mesmos detalhes. “A parceria agora estabelecida com a CP está em linha com a política seguida pela TAP, procurando sempre proporcionar aos seus clientes as opções de serviços mais adequadas e mais fáceis, que possam garantir-lhes a melhor experiência de viagem possível, oferecendo-lhes alternativas cada vez mais cómodas e simples para viajar, nomeadamente aos passageiros que, vindos do estrangeiro, visitam Portugal”, refere Fernando Pinto, presidente executivo da TAP. Em resultado desta parceria, refere ainda a TAP, as duas empresas vão também contribuir para promover Portugal, permitindo que os milhões de passageiros internacionais da TAP possam conhecer também “a diversidade cultural e patrimonial existente no país”. I.M.