TAP, S.A. com lucros de 15,9 milhões em 2012

A TAP apresentou ontem os seus resultados relativos a 2012, em que se destaca o facto de a companhia ter registado resultados positivos pelo quarto ano consecutivo. Em 2012, os lucros da TAP, S.A. ascenderam a 15,9 milhões de euros, “claramente acima dos 3,1 milhões de 2011”. Segundo a companhia, a obtenção de um resultado líquido positivo pelo quarto ano consecutivo foi possível “graças ao crescimento da companhia, que com mais 4,4% atingiu 10.186 milhões de passageiros, ultrapassando pela primeira vez na sua história a barreira dos 10 milhões”. No ano em análise, o total de receitas ascendeu a 2.429 milhões de euros, 6,9% acima dos 2.273 milhões apurados em 2011. A este nível, a TAP realça as receitas obtidas pela Manutenção (Assistência a Terceiros) com uma melhoria de 23%, bem como as receitas obtidas através da venda de passagens com um crescimento de 6,7%. Os resultados operacionais foram igualmente positivos em 43,4 milhões de euros, ficando 5,6% acima dos 41,1 milhões registados em 2011. Embora tenha aumentado a oferta (PKO) em 4,1%, a TAP registou um aumento da procura (PKU) de 4,8%, o que permitiu uma melhoria no coeficiente de ocupação dos 76,3% em 2011 para os 76,8% o ano passado. Os custos de exploração, exceptuando o combustível, situaram-se em 1.422 milhões de euros, mais 4,8% do que os 1.357 registados em 2011. A factura dos combustíveis registou um aumento de 93 milhões de euros, superior em 13% a 2011. Em nota à imprensa, a TAP afirma que os resultados positivos obtidos no exercício de 2012 “espelham o esforço continuado de melhoria da eficiência, obtida através de ganhos de produtividade e diminuição de consumos”. M.F.