TAP triplicou operação para África na última década

Há apenas 10 anos, a companhia realizava 22 voos por semana para o continente africano. Este ano, a partir de Outubro, a TAP irá contar com 71 voos por semana, contando com os novos destinos Tânger (Marrocos) e Boavista (Cabo Verde), que começará a operar no Verão IATA. Com os novos voos passam a ser 15 os destinos africanos para onde a companhia opera, que se comparam com os sete servidos há uma década. Quanto a passageiros transportados nas rotas africanas dos 269 mil de 2003 a companhia passou para 675 mil em 2012. Como o Turisver.com oportunamente noticiou, a TAP prepara-se para iniciar em Outubro duas novas rotas: ilha da Boavista, com dois voos por semana, e Tânger, ecom cinco frequências semanais. Tânger junta-se a Casablanca e Marraquexe nos destinos em Marrocos para onde a TAP voa. Com a abertura desta rota, o número total de lugares oferecidos semanalmente pela TAP entre Portugal e aquele país aumenta 50%, uma vez que também será reforçada a capacidade para Casablanca. Em 2012, a TAP transportou 47 mil passageiros nas ligações a Marrocos, o que traduz um crescimento de 30% relativamente ao ano anterior. Já Boavista junta-se em Cabo Verde às cidades do Sal, Praia e S. Vicente. Com os dois voos por semana para a Boavista, a TAP passa dos 13 voos por semana para Cabo Verde para um total de 15, que ascendem aos 17 em período de pico de tráfego. Cabo Verde é o segundo país africano, logo a seguir a Angola, para onde a TAP transporta mais passageiros. No conjunto das rotas africanas, no primeiro trimestre de 2013 a TAP regista um crescimento do tráfego de 2,5%, com a taxa de ocupação a melhorar 2,6 pontos percentuais, situando-se no final de Março num valor médio de 72,5%. M.F.