TAP vendeu mais 41 ME em passagens no 1º semestre

Dados divulgados pela empresa dão conta de que a TAP atingiu, no primeiro semestre deste ano, um total de 974 milhões de euros na venda de passagens, o que representa um aumento de 41 milhões (+4,4%) face ao período homólogo do ano passado. Mesmo assim, o resultado líquido continua no ?vermelho?, com 111 milhões de euros negativos que se comparam com os 112 registados no período homólogo de 2012. O total das receitas atingiu 1.094 milhões de euros, contra 1.084 milhões de 2012, o que traduz uma melhoria de 10 milhões, com a TAP a realçar que a melhoria verificada compensou um agravamento de 13 milhões nas variações cambiais bem como os valores correspondentes ao pagamento aos trabalhadores de subsídios não pagos em 2012 devido às mudanças que, nesta matéria, se verificaram na Lei do Orçamento de Estado de 2013?. Os custos, com um total de 1.112 milhões de euros, comparam com 1.098 em igual período em 2012, ou seja mais 1,2%. Citado no comunicado da empresa, o presidente da TAP, Fernando Pinto, afirma que “apesar destes impactos, a companhia continuou a melhorar os seus níveis de produtividade, fruto do trabalho que vem desenvolvendo ao longo dos últimos anos e do empenho revelado pelos seus trabalhadores, mantendo-se a expectativa de atingir um resultado positivo no final do ano?. No final de Junho, a TAP S.A. atingiu um total de 4,931 milhões de passageiros, mais 4,8% do que no ano anterior. A oferta foi reduzida em 1,4% da oferta (PKO) com a procura a aumentar 2,4%, o que levou o load factor a subir de 74% para 76,9%. A empresa espera agora obter um segundo semestre mais favorável à imagem do que vem acontecendo nos últimos anos. M.F.