Taxa turística: Lisboa arrecada quase 4M€ em seis meses

Lisboa arrecadou nos primeiros seis meses desde a sua aplicação, 3,88 milhões de euros referentes à taxa turística aplicada sobre as dormidas, divulgou a autarquia, que estima que este montante deverá ultrapassar largamente os 7 milhões de euros previstos pela CML até ao final do ano.

Refira-se que a taxa municipal turística, no valor de 1 euro por noite, até ao máximo de 7 euros, começou a ser aplicada em Janeiro deste ano sobre as dormidas nas unidades hoteleiras ou de alojamento local de turistas nacionais e estrangeiros. O valor arrecadado com a taxa vai reverter para um fundo turístico criado para financiar investimentos na cidade.

“Como é evidente, isto está a crescer de mês para mês, porque também é assim que acontece com a vinda de turistas para a cidade de Lisboa, e digamos que este número vai claramente ultrapassar aquilo que nós tínhamos previsto com a taxa turística”, afirmou o vereador das Finanças, João Paulo Saraiva, que falava a propósito dos primeiros seis meses em que a taxa foi cobrada nas dormidas.

Este número, segundo o autarca, não inclui a receita gerada pela cobrança da taxa aos turistas que reservam, desde Maio (quando o acordo foi celebrado), casas e quartos na plataforma online Airbnb.

A CML estima atingir uma receita de 15,7 milhões com a taxa turística este ano. Metade deste valor diz respeito às dormidas. O restante valor deverá ser conseguido através da aplicação da taxa nas chegadas por via aérea e marítima a Lisboa, mas ainda não se sabe como. Neste sentido, o autarca indicou estar a Câmara de Lisboa em conversações com o Governo para encontrar uma forma de cobrar a taxa turística de um euro por cada chegada ao aeroporto e ao porto, mas salientou ainda não ter encontrado uma solução.