Terminal de cruzeiros de Leixões na short list dos WAN Awards 2016

A infra-estrutura está nomeada para as categorias “Transport” e “Waterfront”. O resultado do concurso será anunciado a 1 de Novembro.

O terminal de cruzeiros de Leixões foi seleccionado para a short list da edição de 2016 do concurso internacional WAN Transport & Waterfront Awards que distingue projectos inovadores de todo o mundo.

Os resultados apenas ficarão a conhecer-se no próximo dia 1 de Novembro, mas o que se sabe já é que o júri do concurso classificou o novo terminal de cruzeiros de Leixões como sendo um projecto “ambicioso”, “impressionante” e “exemplar”.

Da autoria do arquitecto Luís Pedro Silva e construído a 700 metros da costa, o novo Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões é um dos grandes projectos promovidos pela APDL – Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo, integrado no Plano Estratégico de Desenvolvimento do Porto de Leixões que tem por objectivos, de acordo com a APDL, “melhorar a eficácia comercial do porto, associada à actividade dos cruzeiros” e a” integração urbana, associada ao incremento da sociabilidade com a população envolvente”.

O novo Terminal de Cruzeiros veio potenciar o Porto de Leixões como “importante porta de entrada na região” e impulsionar o crescimento do número de navios de cruzeiro e de passageiros em Leixões, levando a que a infra-estrutura se afirme, cada vez mais como um porto de cruzeiros.

O novo cais, com 340m de comprimento foi inaugurado em Abril de 2011, permitindo a escala em Leixões dos maiores navios de cruzeiro, acolhendo agora a maior parte dos navios de cruzeiro da actual frota mundial.

No Molhe Sul do Porto de Leixões, a apenas 3 Km da cidade do Porto, o novo Terminal de Cruzeiros já conta com vários prémios, nomeadamente o de Melhor Porto do Ano que lhe foi autorgado na gala da Seatrade Awards 2015.

Por isso a Administração dos Portos do Douro e de Leixões sublinha que “o Terminal de Cruzeiros do Porto de Leixões tem vindo, desde a sua abertura, a afirmar a sua notoriedade junto de júris nacionais e internacionais, e os prémios que vence e as short list que integra  reforçam a excelência arquitectónica de um edifício emblemático no país e no mundo”.