Terra de Culinária: Candidaturas até 15 de Setembro

O vencedor do selo Terra de Culinária 2017 será anunciado durante o 3.º Congresso Nacional de Turismo e Culinária, entre 7 e 9 de Outubro, em Oliveira de Azeméis. O júri é composto por elementos da APTECE, do Turismo de Portugal, da Direcção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural e por dois convidados ligados à gastronomia.

As candidaturas estão abertas até 15 de Setembro e podem ser feitas por qualquer entidade, desde que representativa de um município, unidade territorial ou sub-região, que prove conciliar pela sua natureza (associativa, jurídica ou outra), um conjunto de sectores relevantes para os propósitos do projecto.

O concurso Terra de Culinária realiza-se pelo terceiro ano consecutivo. Oliveira de Azeméis e Monchique foram os municípios contemplados nos anos de 2015 e 2016, respectivamente.

“Cada lugar tem algo único, que pode e deve ser distinguido para maior e melhor reconhecimento de todos”, pode ler-se no comunicado da APTECE (Associação Portuguesa de Turismo de Culinária). Neste sentido, pretende-se incentivar o dinamismo da região, envolvendo agentes económicos e de promoção turística e cultural locais, para que se recupere, promova e divulgue o património gastronómico nacional.

A iniciativa visa seleccionar, reconhecer e distinguir com o selo “Terra Culinária do Ano”, o município, unidade territorial ou sub-região que apresente o melhor programa de actividades integrado, com clara orientação para o mercado e para a valorização do património gastronómico local.

Durante um ano, o vencedor do selo “Terra Culinária”, deve apostar na sua promoção tendo em conta a gastronomia local e em iniciativas destinadas ao mercado nacional e internacional. Esta distinção pretende, ainda, incentivar o turismo, melhorando a relação do mundo rural e da produção típica local com a oferta integrada local.