TP lança Guia de Boas Práticas de Acessibilidade

O Turismo de Portugal (TP) anunciou ontem o lançamento do Guia de Boas Práticas de Acessibilidade – Turismo Activo, uma ferramenta que está agora a ser divulgada junto das empresas de animação turística e que foi lançada em colaboração com a Federação Portuguesa do Desporto para Pessoas com Deficiência (FPDD). “Este guia pretende ser uma ferramenta de apoio às empresas de animação, que poderão assim diversificar os seus serviços às pessoas com necessidades específicas, um segmento crescente da procura turística”, refere o TP em comunicado. O guia conta com conteúdos que abordam 11 actividades, incluindo cuidados a ter por tipo de insuficiência ou limitação, produtos de apoio e recomendações, e tem como objectivo tornar os destinos nacionais mais acessíveis a todos os tipos de turistas, nomeadamente “através do desenvolvimento de condições para o acolhimento de turistas com mobilidade reduzida e na implementação de programas integrados de desenvolvimento de destinos turísticos acessíveis”, explica o TP na mesma informação. Para divulgar a nova ferramenta de turismo acessível, o TP vai promover cinco sessões de divulgação em todo o país, entre 18 de Fevereiro a 18 de Março, passando por Faro, Porto, Coimbra, Odemira e Lisboa. “Este Guia pretende contribuir para a capacitação técnica das empresas de animação turística, captando um segmento de clientes em crescimento. A actuação destas empresas e as suas propostas de serviço são determinantes na diferenciação e qualificação da oferta turística do país”, realça João Cotrim de Figueiredo, presidente do TP. A Organização Mundial do Turismo (OMT) aponta o turismo acessível como uma oportunidade no sector turístico, existindo, em todo o mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de mil milhões de pessoas com deficiência, enquanto a European Network for Acessible Tourism estima que 10% dos turistas padeçam de algum tipo de necessidade específica. I.M.