TPNP defende aposta nas comunidades portuguesas e nos PALOP

O presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, Melchior Moreira, pretende unir e afirmar a região a nível nacional e internacional, apontando as comunidades portuguesas e os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) como alvo preferenciais para reforçar a promoção da região. “Precisamos de ir ao encontro das comunidades de portugueses distribuídas pelos países da diáspora e de nos promovermos junto dos PALOP, cuja importância é crescente para Portugal”, declarou Melchior Moreira em declarações à Lusa. De acordo com o responsável, é preciso ?apostar forte e promover estrategicamente a internacionalização do destino Porto e Norte de Portugal?, destacando também, além das comunidades portuguesas e dos PALOP, mercados emergentes como o brasileiro, o asiático e o americano. Reeleito na semana passada para a presidência da Entidade Regional de Turismo do Porto e Norte de Portugal, devido à nova legislação que obrigou a uma reorganização destas entidades, na qual foi decretada a extinção do Turismo do Douro, que passou a estar integrado no TPNP, Melchior Moreira reivindica também maiores apoios para a promoção da região. “É urgente que um destino fantástico como o nosso seja olhado de forma justa pelas entidades responsáveis e que em conjunto defendamos e valorizemos a marca Porto e Norte de Portugal, com verdadeiro orgulho e sem qualquer tipo de constrangimento”, realçou Melchior Moreira. Melchior Moreira pretende também desenvolver o trabalho das Caves do Vinho do Porto, insistir na diminuição do IVA e do IRC, defendendo igualmente um plano estratégico integrado e multissectorial para a região. I.M.