Transavia France reduz pegada de carbono

A Transavia assinou um acordo com a startup Safety Line com vista à redução da pegada de carbono da companhia low-cost do grupo Air France-KLM. A partir do próximo ano, os pilotos da Transavia vão implementar a OptiClimb, com a qual a companhia espera poupar mais de 2.000 toneladas métricas de combustível até 2019.

A OptiClimb é uma solução de Inteligência Artificial, que combina histórico de voos com condições em tempo real, de forma a originar perfis de descolagem – a fase do voo que consome mais combustível – optimizados e reduzir o consumo de combustível. Permite, assim, reduzir os custos do combustível e limitar as emissões de carbono, com uma poupança esperada de 5% a 10%. Baseado nos resultados de testes efectuados ao longo dos últimos dois anos, a OptiClimb permite poupar entre 70kg e 80kg de combustível em cada descolagem.

A Transavia foi a primeira companhia aérea a associar-se à Safety Line, que está agora a testar a OptiClimb com outras 22 companhias. Antecedendo a assinatura deste acordo, trabalharam em conjunto ao longo de dois anos no desenvolver deste projecto, com a ambição de alargar as poupanças de combustível à fase de cruzeiro no médio e longo-curso. Nathalie Stubler, CEO da Transavia France, afirma que “esta parceria é mais um passo do nosso empenho em colaborar com empresas que oferecem soluções inovadoras, com a visão de melhorar o desempenho da Transavia”.