TUI ganhou 4,3 ME no exercício de 2013

Os ganhos de 4,3 milhões de euros obtidos no exercício fiscal de 2013, que terminou a 30 de Setembro, comparam-se às perdas de 15,1 milhões registadas no exercício anterior. Por via dos resultados deste ano, o operador alemão vai voltar a distribuir dividendos, o que já não acontecia há cinco anos. Com um volume de negócios de 18,5 milhões de euros (+0,8% que no ano passado) e um lucro operacional de 762 milhões (+2,2%), a companhia conseguiu reduzir a sua dívida em 61,7%, de 178 para 68 milhões de euros. Por áreas de negócio, a TUI Travel ganhou 57,5% mais que o ano passado, fixando o valor nos 107 milhões de euros, com um incremento de 2% nas vendas e um resultado de exploração de 641 milhões. Já a TUI Hotels & Resorts registou o mesmo volume de vendas, ou seja, 826,6 milhões, com o resultado operacional a aumentar 10% em termos homólogos para 197 milhões. No pólo oposto situou-se o segmento de cruzeiros, com a TUI Cruises a registar perdas consideráveis num momento em que a empresa vinha já apresentando resultados negativos. No exercício fiscal de 2013, a empresa perdeu 13,9 milhões que se comparam com o lucro de 3 milhões conseguidos no ano anterior. Para 2014, a TUI prevê aumentar a sua facturação entre 2 a 4%, estimativa que se desenha por via do aumento dos clientes da TUI Travel. No que se refere ao grupo TUI, as perspectivas apontam para um crescimento de 16 a 23% ao nível dos resultados operacionais.