TUI Portugal quer “estar mais próximo dos agentes de viagens e prestar-lhes todo o apoio”

A afirmação é de Francisca Ferreira, directora do operador que falava aos jornalistas esta quarta-feira à margem do roadshow que teve lugar em Lisboa. Iniciado dia 26 de Abril em Vilamoura e terminando esta quinta-feira no Porto, esta foi a primeira iniciativa do género realizada pela TUI Portugal mas, segundo Francisca Ferreira, “este é o primeiro roadshow mas há-de ser o primeiro de muitos”.

    

Vilamoura, Coimbra, Lisboa e Porto foram as cidades escolhidas pela TUI Portugal para receberem o seu primeiro roadshow que, segundo a directora do operador “teve uma grande adesão” por parte dos agentes de viagens de quem a TUI Portugal quer estar cada vez mais próximo e “prestar-lhe todo o apoio”, nomeadamente através da realização de acções de formação sobre os destinos que o operador programa. Isto porque, segundo a responsável “vender uma estadia de sete noites num hotel é fácil para todos os agentes de viagens, já vender um circuito ou um programa mais específico num destino longínquo é bastante mais difícil até porque muitas vezes trata-se de destinos pouco conhecidos”.

O grande problema, frisa Francisca Ferreira, “está nos destinos novos, de longo curso, que vão além da oferta de praia”. Por isso a TUI Portugal está a falar com as agências no sentido de avaliar “quais são as maiores dificuldades sentidas pelos agentes e quais os destinos em que gostariam de ter uma formação mais essencial”.

Porque o grande objectivo é esta grande proximidade ao trade, Francisca Ferreira garante mesmo que, a fim de estreitar relações e poder dar um apoio maior às agências de viagens, o operador quer “estar presente em todas as acções promovidas pelos nossos parceiros que têm as suas convenções e as suas iniciativas próprias”.

Na base desta nova estratégia está, como afirmou Lars Schaffer, managing director da TUI Portugal na abertura dos trabalhos em Lisboa, o objectivo do operador de se tornar numa “referência no mercado ao nível das grandes viagens” e de ser considerado “um parceiro fiel para as agências de viagens”.