Turismo cresce em Palmela devido à “Cidade Europeia do Vinho”

No ano passado, Palmela ostentou o título de “Cidade Europeia do Vinho”, uma distinção atribuída Rede Europeia de Cidades do Vinho (RECEVIN), que envolveu 118 iniciativas e que pretendia promover os vinhos da região mas que acabou por ser também um forte atractivo turístico, gerando crescimentos nos vários indicadores da actividade turística da região. De acordo com declarações à imprensa regional de Ana Teresa Vicente, presidente da Câmara Municipal de Palmela, em 2012, a cidade recebeu mais de 330 mil visitantes, que geraram mais de 72 mil dormidas, números que traduzem o sucesso da “Palmela, Cidade Europeia do Vinho”. “É preciso haver ainda mais investimento no sector vitivinícola de forma a criar mais emprego e gerar mais riqueza”, diz a autarca, que destaca o Festival do Queijo, Pão e Vinho, a Mostra de Vinhos de Marateca e Poceirão, o Festival do Moscatel, o Dia do Vinho, a 50ª Festa das Vindimas, o Dia Europeu do Enoturismo, as Experiências com Sabor, os Jantares Vínicos, os Sons do Vinho e os Cruzeiros Enoturísticos como os principais eventos decorridos no âmbito da “Cidade Europeia do Vinho” e que maior número de visitantes atraíram. No passado sábado, 2 de Fevereiro, Palmela entregou o título à cidade italiana de Marsala, que será a “Cidade Europeia do Vinho 2013”, no entanto, Ana Teresa Vicente diz que a promoção do vinho de Palmela não pode abrandar agora que o título deixou de estar associado ao concelho. I.M.