Turismo cria rede de instituições públicas do ensino politécnico

A “Rede de Instituições Públicas do Ensino Politécnico”, que acaba de ser criada por 16 politécnicos com o curso de turismo, tem como objectivo harmonizar a oferta formativa dessas instituições de ensino,  adequando os planos curriculares às necessidades do sector.

Esta plataforma visa igualmente reforçar o ensino de línguas e das tecnologias de informação, aprofundar a investigação e promover conteúdos relativos à valorização do património e ao turismo sustentável.

Para a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, “esta rede é um primeiro passo muito sério para os politécnicos e Turismo de Portugal começarem a trabalhar em conjunto para identificar necessidades e quebrar muros que ainda os dividem e pô-los agora a dialogar, enquanto a secretária de Estado da Ciência e Ensino Superior, Fernanda Rolo, destacou que “a aproximação entre a investigação e o turismo é uma inevitabilidade e é necessário antecipar necessidades”.

Por seu turno, o presidente do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP), Joaquim Mourato realçou que “a rede tem uma enorme responsabilidade na qualificação de quadros e quer dinamizar a área do turismo através de uma articulação entre politécnicos, dando assim um passo decisivo para o desenvolvimento do país”.