Turismo da Madeira com valores superiores aos nacionais

Em todos os indicadores, a Conta Satélite do Turismo da Madeira mostra valores superiores aos nacionais, bem como um aumento relativamente à Conta Satélite anterior, realizada para 2001, revelando a especialização do turismo na economia regional.

Os dados da Conta Satélite do Turismo da Região Autónoma – 2015 foram adiantados por Paulo Vieira no primeiro Colóquio de Estatística Regional da Madeira, a ter decorrido no Funchal com a presença do presidente do Instituto Nacional de Estatística, Francisco Lima, e do vice-presidente do Governo Regional da Madeira, Pedro Calado, entre outras entidades.

Entre os resultados apresentados destaca-se o consumo turístico em relação ao PIB, de 25,6%, embora na prática o Valor Acrescentado do Turismo sobre o Valor Acrescentado Bruto seja de 15,9%, ainda assim mais de o dobro da média nacional, de 6,7%. Na Madeira o turismo conta com um total de 20.000 postos de trabalho, o que corresponde a 16,7% do emprego total na região.

No decorrer deste encontro foi apresentado também o Inquérito ao Turismo Nacional, com 13.500 turistas a terem sido entrevistados no Aeroporto da Madeira e no Porto do Funchal, entre a segunda metade de 2015 e o ano de 2016. A taxa de aprovação é de cerca de 90%, tanto para os visitantes que chegam através de avião, como para os que chegam em navios de cruzeiros.

O inquérito indica que os turistas que chegam de avião têm uma idade média de 48 anos, aumentando para 60 em relação ao que chegam em navios de cruzeiros. A maioria dos visitantes tem formação superior, estando activos em termos laborais ou já reformados. O turista de avião gasta um valor médio por dia de 124€, que passa a 63€ no caso dos que viajam em cruzeiro.