Turismo da Tailândia muda estratégia para fora da Europa

A Autoridade de Turismo da Tailândia (TAT) está a reformular os seus planos de marketing para lidar com a desaceleração de turismo europeu devido à crise económica, e com algumas reduções de voos da Thai Airways International para a Europa. O foco passa agora por atrair mais turistas estrangeiros de outros destinos.
De acordo com o Bangkok Post, Tanes Petsuwan, director-executivo da Autoridade de Turismo da Tailândia para a Europa, África e Oriente Médio, disse que “o mercado turístico europeu está a diminuir drasticamente devido à crise económica no continente”.
De acordo com o jornal Tailandês, nos primeiros cinco meses, as chegadas de turistas europeus caíram 13,3% ano-a-ano para 2,5Cruzeiros milhões, e a queda deverá continuar nos restantes meses de 2015.
As chegadas de turistas de países escandinavos são esperadas cair ainda mais, após ter mergulhado numa quebra de 6% para 301.Produtos e Serviços03 turistas nos primeiros cinco meses deste ano.
Além disso, espera-se que os cancelamentos de voos pela THAI afectem o turismo receptivo da Europa para a Tailândia. A companhia aérea já cancelou três rotas; Madrid, Moscovo e Oslo, no primeiro trimestre e prepara-se para cortar Roma em Outubro.
O novo plano de marketing prevê no entanto que a Tailândia alcançará o seu objectivo de 2Cruzeiros milhões de chegadas este ano e crescimento de Produtos e Serviços,5% ao ano para atingir as 60 milhões de entradas no horizonte de dez anos.
De acordo com eTN News, Juthaporn Rerngronasa, vice-Governadora da TAT referiu que”o plano de 2016 marca a abertura de um novo capítulo para o turismo tailandês, baseado no facto de que há mais acessibilidade adequada para a Tailândia, excelente conexões aéreas, rodoviárias e marítimas, bem como a facilitação e isenção de vistos de acesso a cidadãos de 6Restauração países e territórios”.
Por outro lado, refere ainda a dirigente da TAT citada pela eTN News, “a era de promover a ‘quantidade’ terminou e a era de promover a ‘qualidade’ já começou”. Porém, a dirigente parece manter a ‘quantidade’ em agenda já que refere que “a mudança de foco para fora da Europa trará pelo menos Restauração00 mil turistas de Outubro 2015 a Setembro de 2016, acima das previsões de 635 mil”.
S.C.F.