Turismo equestre procura afirmar-se em Portugal

A ANTE – Associação Nacional de Turismo Equestre e a WESTUR – Gestão de Turismo Sustentável iniciaram uma parceria com vista ao desenvolvimento do Turismo Equestre em Portugal. O protocolo será firmado por ocasião da Feira Nacional do Cavalo 2015, na Golegã.

A criação de uma Rede de Turismo Equestre com a chancela da Marca “Turismo Equestre Portugal”, vem na sequência do “1º Congresso Português de Turismo Equestre”, que teve lugar no passado mês de Setembro, em Lisboa.

Porque os inúmeros certames e eventos que acontecem em redor do cavalo, tais como feiras, manifestações tauromáquicas, provas e concursos, atraem e captam visitantes, mobilizando milhares de turistas, além da criação e preservação das nossas raças autóctones, como o Puro-Sangue Lusitano, como o Garrano, como o Sorraia e como o Pónei da Terceira, assim como Cavalos de outras raças nados e criados no nosso país, este Protocolo tem como um dos seus principais objectivos o sustento da promoção e divulgação desta realidade;

Por outro lado, tendo em conta a existência de Alojamentos de Turismo em Espaço Rural (TER), em área protegida, em meio rural, ou noutras tipologias, desde o hotel ao hostel, determina que sejam relevantes e se identifiquem com os objectivos deste protocolo, que visa captar e acolher turistas, com características vocacionadas para a prática de turismo equestre.