Turismo interno açoriano valoriza região junto da comunidade, diz Marta Guerreiro

Marta Guerreiro, secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo afirmou esta quinta-feira, dia 25 de Janeiro, em Ponta Delgada, que o programa de turismo sénior “Meus Açores, Meus Amores” desenvolve o turismo interno como mais uma forma de valorizar o potencial turístico do arquipélago junto da comunidade.

“Esta é uma verdadeira forma de fomentar um sentimento de valorização do potencial turístico do arquipélago na sua comunidade” uma estratégia que o governo açoriano “tem desenvolvido com empenho nos últimos anos”, frisou Marta Guerreiro.

A governante, que falava no Aeroporto João Paulo II, na partida do primeiro grupo deste ano do programa “Meus Açores, Meus Amores”, sublinhou que “a promoção do turismo interno permite aumentar o sentido de pertença, potenciando experiências diferenciadas aos residentes para que possam usufruir dos produtos de cada uma das ilhas e que têm vindo a ser realçados no panorama nacional e internacional”.

Relativamente ao programa de turismo sénior “Meus Açores, Meus Amores”, a secretária regional afirmou que são “altas”, recordando que “as candidaturas recebidas nos anteriores anos continuam a exceder as vagas previstas”.

No âmbito deste programa estão este ano previstos 30 grupos, envolvendo mais de 1.000 pessoas, que vão originar cerca de 6.000 dormidas, distribuídas por todas as ilhas do arquipélago.

Em 2017 foram cerca de 1.000 pessoas que viajaram com este programa, tendo dado preferência às ilhas Flores, Graciosa e Santa Maria. O programa, que existe desde 2014, é uma parceria entre as secretarias regionais da Solidariedade Social e da Energia, Ambiente e Turismo, sendo dirigido a residentes açorianos com mais de 60 anos de idade, que têm a possibilidade de usufruir de pacotes completos de viagens para qualquer ilha do arquipélago, com ligações aéreas, alojamento, refeições, transferes, animação e excursões.