Turismo nos Açores alavanca o artesanato

O crescimento do turismo nos Açores tem alavancado o artesanato local, levando a que em quatro anos o número de unidades produtivas artesanais tenha aumentado em 45%.

“Actualmente, estão registadas 518 unidades produtivas artesanais nos Açores, quando, em 2012, eram 359. Ou seja, em apenas quatro anos registou-se um aumento de 45% das empresas certificadas produtoras de artesanato”, afirmou o vice-presidente do Governo Regional, Sérgio Ávila, na abertura de mais uma edição do Festival de Artesanato dos Açores, em Ponta Delgada, ilha de São Miguel.

Para o governante regional, este aumento revelador da capacidade empreendedora” e de “criação do próprio emprego e de novos postos de trabalho” por parte dos artesãos, aproveitando ainda “novas oportunidades de negócio, potenciadas pelo aumento do fluxo turístico”.

O dinamismo “crescente” desta actividade “foi e é”, afirmou Sérgio Ávila, “acarinhado e incentivado pelo Governo dos Açores”, designadamente “através de diversas acções, projectos e campanhas de promoção do artesanato, enquanto produto de valor turístico e identitário dos Açores”.

“Por outro lado e como medida de apoio à sustentabilidade das empresas artesanais, o Governo Regional criou o Sistema de Incentivos ao Desenvolvimento do Artesanato, o SIDART”, acrescentou o governante, revelando que, “só no decorrer deste ano e até à data, foram apoiados 130 projectos”, que representam um investimento total de 374 mil euros.